Hoteis em Cananéia - Onde Ficar em Cananéia

O charmoso e divertido Lagamar Ecohotel em Cananéia, litoral de São Paulo, oferece um espaço diferenciado, criativo, estimulante, com apartamentos com varanda sobre a lagoa! Um espetáculo de natureza e conforto.

O hotel está localizado dentro do Parque Estadual Lagamar, a 12 quilômetros de Cananéia, na Estrada do Ariri, uma das mais pitorescas e selvagens do Brasil, entre os canais do ecossistema Lagamar e o estuário do Rio Ribeira, o mangue, a Serra (com mais de mil metros) e o Mosaico de parques que garantem a preservação da Mata Atlântica na região do Vale do Ribeira.

Possuem acomodações para famílias, pessoas com mobilidade reduzida e idosos, vagas para animais de estimação (desde que não sejam elefantes, jibóias ou pit-bulls), e espaços para aulas, eventos e palestras. Oferecem bicicletas (ou espaço para guardar as dos hóspedes), trilhas na mata e caiaque, para desfrutar da natureza e das paisagens maravilhosas da região.

SE INTERESSOU POR ESSE HOTEL? CONFIRA OUTRAS DIVERSAS OPÇÕES DE HOSPEDAGEM EM CANANÉIA E REGIÃO:

Booking.com

LAZER E DIVERSÃO:

Piscinas: O hotel oferece duas piscinas abastecidas com água de uma nascente no meio da mata, na cota 300, uma piscina maior (oito metros de comprimento, com profundidade de 1,60 metros), e uma menor, com profundidade de 50 cm, para crianças ou idosos, ambas abastecidas com água pura mas não tratada, sem nenhum produto químico.

Sauna: O hotel oferece uma sauna de vapor, para o relaxamento depois das atividades diárias.

Salas de convivência: O hotel oferece várias salas de convivência, conforme as exigências e atividades dos hóspedes: uma ampla sala de reuniões, conferências, aulas e palestras, no edifício da recepção; uma sala de convivência, com muito charme, na sala do restaurante; uma sala de trabalho manual, no edifício de oficinas; Oferecem também uma sala de televisão, para quem não quer perder a novela e o jornal da Globo, ou para passar um filme no Netflix, nos dias nos quais o clima do Lagamar não permite mesmo atividades lá fora.

WiFi e internet de graça: Conexão WiFi no hotel inteiro, sem custo adicional para os hóspedes.

Belvedere e ponto de observação de pássaros: O hotel oferece um belvedere com terraço panorâmico acima da pousada, com vista para a vegetação exuberante, pássaros, jardim, lagoa e para a serra em volta. Um ambiente com vista de 360 graus, ideal para saborear uma caipirinha de pitanga ou de jabuticaba do pomar.

Jardim, horta e pomar: Para os hóspedes que gostam de plantas e jardinagem, possuem um jardim com plantas ornamentais e flores, e um pomar com frutas típicas, como jabuticaba, pitanga, acerola e as nêsperas, frutas amarelas que aqui chamam de 'ameixas amarelas'(e atraem muitos passarinhos). Aos poucos, estão implantando uma horta orgânica e composteiras que a abastecem com o lixo orgânico. As crianças – e também os adultos que se interessarem – podem descobrir as atividades ligadas à horta e à jardinagem, sob a orientação.

Lagoa: A lagoa é uma lagoa natural, formada pelas águas puríssimas de dois córregos que descem da montanha atrás do hotel e se espalham quando encontram as camadas de sedimentos argilosos acumulados durante séculos aos pés da serra. A intervenção foi ampliá-la e delimitá-la com uma comporta, para estabilizar a profundidade e criar um espelho d'água maior. A lagoa é sem dúvida um dos maiores atrativos, combinando e complementando a maravilhosa paisagem proporcionada pela serra e pela Mata Atlântica em volta.

Acomodações: As acomodações, independentemente do nível escolhido, garantem uma estadia prazerosa e estilosa para seus hóspedes: todas apresentam um cuidado extremo com a estética (cores, superfícies, materiais), com abertura para o ambiente em volta e com a deliciosa água quente com aquecedores a gás, já que o clima local não permite o solar, além de proteção – na medida do possível - contra os insetos tão presentes nessa área, e móveis e camas diferenciados, com roupa de cama de algodão natural.

Refrigeração: Em geral, os apartamentos são concebidos para garantir o máximo de ventilação e refrigerados por ventiladores e entradas de ar (com tela e mosquiteiro à prova mesmo dos invasores mais diminutos e penetrantes), e não dispõem de ar-condicionado (pouco condizente com o tipo de público que procura o tipo de pousada que representam). Mas entendem que há pessoas mais sensíveis ao calor, ou que não conseguem dormir sem um ambiente refrigerado, ou pessoas de idade que podem ter dificuldade para respirar. Portanto, para quem fizer o pedido, oferecem aparelhos de ar-condicionado ecológicos portáteis (internos, sem o barulho incômodo para os demais).

ECOSSUSTENTÁVEL:

Toda a madeira utilizada na construção, ampliação e reforma do hotel é madeira de reaproveitamento e demolição, madeira de reflorestamento certificado, ou reaproveitamento de árvores caídas – pela idade, ventanias ou erosão do solo – na mata em volta do hotel (devidamente fotografadas e informadas ao Ibama). A maior parte das paredes, do madeiramento e das telhas da pousada, assim como era antes da reforma, foi reaproveitada, para limitar ao máximo a utilização de novos materiais. Até o entulho da obra foi reutilizado para aterrar os pontos de maior alagamento e dar firmeza ao fundo de argila do estacionamento.

Criaram uma rede de drenagem, por gravidade e por mangueiras furadas enterradas, em toda a área construída, para que as águas descendo da serra carregadas de nutrientes tenham caminho livre, não obstruído, para a lagoa e para o córrego ao lado do hotel, que desemboca no mangue e no canal. Os azulejos utilizados para a decoração são todos material descartado pela grande indústria por apresentar defeitos muitas vezes quase imperceptíveis e imperfeições até charmosas, que garimparam pacientemente nos imensos 'lixões' ao lado das fábricas como a da Portobello, em Santa Catarina, a maior (e melhor) do Brasil. A água das torneiras e das piscinas vem diretamente de riachos e nascentes da serra em volta da pousada, nas próprias terras, uma área de preservação permanente garantida.

A água vinda da montanha nunca perde completamente a cor amarelada escura que o tanino das plantas lhe confere. O tanino, por outro lado, dá uma sensação maravilhosa de firmeza e adstringência na pele depois do banho. De qualquer forma, a água é submetida a controle sanitário constante para garantir sua pureza e higiene. A água utilizada no dia a dia é separada em canos de água cinza e água negra, tratada em fossas sépticas diferenciadas, com círculo de bananeiras e sistema de bacias de evapotranspiração, no caso da água mais poluída, e devolvida à natureza num estado de pureza testado e comprovado.

Frutas, verduras e temperos utilizados na cozinha provêm de uma rede de fornecedores locais comprovadamente ecossustentáveis (cultivadores, pescadores ou criadores), sendo frescos, orgânicos e naturais na medida do possível. Ser perfeitamente coerentes e totalmente impecáveis nesse sentido é uma meta, mais que um ponto de partida, que talvez o hotel alcance com anos de rodagem e busca: mas o importante é que isso representa um estilo de vida, nesse mundo em colapso, e diria até uma crença, para nós mesmos e para repassar para seus hóspedes.

Endereço: Estrada Municipal Colônia da Santa Maria, s/n Ariri KM 6 - Mandira - Cananéia

Você Pode Fazer a Cotação e a Reserva Sem Custo Adicional. Clique no Botão Abaixo:

Pesquisar Valor da Hospedagem Agora!

Vai Viajar para o Interior ou Litoral de SP?

"Esse post contém links de afiliados e parceiros como o Booking. Isso significa que, ao fazer uma reserva a partir desses links, você ajuda a manter nosso blog e não paga nada a mais por isso. Nós agradecemos seu apoio!


* Valores e Horários informados nesta página podem ser alterados sem prévio aviso, recomendamos checar antecipadamente.
Fonte:Lagamar Ecohotel / Google - Fonte Fotos: Explora Aí / Booking.com / Google

Você Já Visitou o Instagram do Refúgios no Interior?