Melhores Museus em São Paulo - Onde Visitar em São Paulo - SP

Para quem gosta de história e curiosidades, não deixe de visitar o último prédio residencial urbano do século XVII. No local ainda é possível encontrar os pertences de Domitila de Castro Canto e Melo, conhecida como a Marquesa de Santos.

ENTRAR NO GRUPOFaça novos amigos e viagens

Sobre

Para quem gosta de história e curiosidades, não deixe de visitar o último prédio residencial urbano do século XVII. No local ainda é possível encontrar os pertences de Domitila de Castro Canto e Melo, conhecida como a Marquesa de Santos.

Solar da Marquesa de Santos, localizado na região central de São Paulo, é sede do Museu da Cidade de São Paulo e recebe diversas exposições culturais.

A residência, feita à base de taipa de pilão, foi construída por volta da segunda metade do século XVIII. Entre 1834 e 1867, o prédio serviu de moradia para Domitila de Castro Canto e Melo, que adquiriu o imóvel da herdeira do Brigadeiro Joaquim de Moraes Leme após o rompimento de suas relações com D. Pedro I.

Arquitetura

O Solar da Marquesa de Santos é visto como um dos raros exemplos de residência urbana característica do século XVIII. O prédio mantêm as características arquitetônicas decorrentes das muitas reformas realizadas durante os séculos. Podemos encontrar no local algumas das características originais da construção, como as paredes de taipa de pilão e algumas estruturas de concreto e alvenaria de tijolos. O Solar é composto por um edifício principal de dois pavimentos na Rua Roberto Simonsen e possui também anexos com cinco pavimentos voltados para a Rua Bittencourt Rodrigues, construídos nas décadas de 1930 e 1940.

A fachada principal mantém a composição neoclássica do século XIX, apresentando frontões, platibanda ocultando a cobertura de telhas cerâmicas, vãos emoldurados e balcões em detalhada serralheria. Todos os vãos da residência guardam esquadrias de madeira almofadadas, sendo que as portas-balcão possuem também postigos de madeira e, assim como as janelas, são seguidas externamente por esquadria de madeira com panos de vidro.

No térreo é possível perceber as mudanças feitas no século XX, como o piso de granito, com demarcações dos embasamentos encontrados nas escavações arqueológicas, e forro modulado de alumínio. O primeiro piso mantém mais características antigas, como os vestígios de pinturas murais, o piso de assoalho e painéis com douramento.

Significado Histórico

O prédio do Solar da Marquesa de Santos fica próximo ao Pátio do Colégio, local onde a cidade de São Paulo teve início e foi fundada. Dessa forma, o Solar da Marquesa de Santos é visto até hoje como o mais antigo e principal exemplo de moradia urbana paulista. Mesmo após sofrer muitas alterações em sua estrutura, boa parte das características originais ainda estão preservadas, o que traz para a casa um grande significado histórico e cultural ligados ao século XVIII.

Os visitantes do Solar podem encontrar no local mobílias e utensílios domésticos que foram usados pela própria Marquesa de Santos, como a sua banheira, um piano e retratos da marquesa pintados por artistas da época. O acervo do museu também conta com fotografias da cidade, na época de sua construção.

Horários de Funcionamento

Aberto de Terça a Domingo das 11h ás 15h

Endereço: R. Roberto Símonsen, 136 - Centro Histórico de São Paulo - São Paulo

(11)3241-4238


* Valores e Horários informados nesta página podem ser alterados sem prévio aviso, recomendamos checar antecipadamente.
Fonte(s): maps.google.com/pt.wikipedia.org/3sjundiai.com.br - Fonte(s) Fotos: Aventuras na História/SPCity/Wikipedia/UOL Notícias/Pinterest/Catraca Livre/Revista Museu/O Globo
Data Última Alteração: 13/04/2021