Melhores Museus em São Paulo - Onde Visitar em São Paulo - SP

O MASP, Museu diverso, inclusivo e plural, tem a missão de estabelecer, de maneira crítica e criativa, diálogos entre passado e presente, culturas e territórios, a partir das artes visuais.

ENTRAR NO GRUPOFaça novos amigos e viagens

Sobre: O Museu de Arte de São Paulo é um museu privado sem fins lucrativos, fundado em 1947 pelo empresário e mecenas Assis Chateaubriand (1892-1968), tornando-se o primeiro museu moderno no país. Chateaubriand convidou o crítico e marchand italiano Pietro Maria Bardi (1900-1999) para dirigir o MASP, e Lina Bo Bardi (1914-1992) para desenvolver o projeto arquitetônico e expográfico. Mais importante acervo de arte europeia do Hemisfério Sul, hoje a coleção do MASP reúne mais de 11 mil obras, incluindo pinturas, esculturas, objetos, fotografias, vídeos e vestuário de diversos períodos, abrangendo a produção europeia, africana, asiática e das Américas.

Primeiramente instalado na rua 7 de Abril, no centro da cidade, em 1968 o museu foi transferido para a atual sede na avenida Paulista, icônico projeto de Lina Bo Bardi, que se tornou um marco na história da arquitetura do século 20. Com base no uso do vidro e do concreto, Lina Bo Bardi concilia em sua arquitetura as superfícies ásperas e sem acabamentos com leveza, transparência e suspensão. A esplanada sob o edifício, conhecida como “vão livre”, foi pensada como uma praça para uso da população.

A radicalidade da arquiteta também se faz presente nos cavaletes de cristal, criados para expor a coleção no segundo andar do edifício. Ao retirar as obras das paredes, os cavaletes questionam o tradicional modelo de museu europeu, no qual o espectador é levado a seguir uma narrativa linear sugerida pela ordem e disposição das obras nas salas. No espaço amplo da pinacoteca do MASP, a expografia suspensa e transparente permite ao público um convívio mais próximo com o acervo uma vez que ele pode escolher o seu percurso entre as obras, contorná-las e visualizar o seu verso.

Além da mostra de longa duração de seu Acervo em transformação na pinacoteca do museu, realiza-se ao longo do ano uma ampla programação de exposições coletivas e individuais que se articulam em torno de eixos temáticos: as histórias da sexualidade (2017), as histórias afroatlânticas (2018), as histórias feministas/histórias das mulheres (2019). É importante levar em consideração o termo plural “histórias” que aponta para histórias múltiplas, diversas e polifônicas, histórias abertas, inconstantes e em processo, histórias em fragmentos e em camadas, histórias não totalizantes nem definitivas. “Histórias”, em português, afinal, abarca tanto a ficção quanto a não ficção, as narrativas pessoais e políticas, privadas e públicas, micro e macro.

Toda essa aproximação reflete a nova missão do museu, estabelecida em 2017: “O MASP, museu diverso, inclusivo e plural, tem a missão de estabelecer, de maneira crítica e criativa, diálogos entre passado e presente, culturas e territórios, a partir das artes visuais. Para tanto, deve ampliar, preservar, pesquisar e difundir seu acervo, bem como promover o encontro entre públicos e arte por meio de experiências transformadoras e acolhedoras”.

O calendário de exposições é complementado pelos programas públicos desenvolvidos pelo núcleo de mediação e inclui seminários internacionais, palestras realizadas mensalmente no primeiro sábado de cada mês, o programa MASP professores, oficinas, cursos no MASP escola e programação de filmes e vídeos. Para ampliar e perenizar a discussão em torno de toda essa programação, o museu edita uma série de publicações incluindo catálogos das exposições, dos acervos, e antologias dos seminários e palestras, bem como de projetos especiais como restauros de obras.

Como chegar:

DE METRÔ: Linha Verde, estação Trianon-MASP.

DE ÔNIBUS: Visite o site da SP Trans.

DE BIKE: Pela ciclovia, bicicletário.

DE CARRO: Estacionamentos conveniados para visitante MASP.

Visite a agenda no site MASP para ficar por dentro das visitas, atrações, eventos e exposições

Horários: Com exceção das segundas-feiras, o MASP abre normalmente em dias de feriado, exceto nos dias 24 e 25/12 (feriado de Natal) e nos dias 31/12 e 1/1 (feriado do ano novo), dias em que permanece fechado. Alterações de horário são comunicadas através das mídias sociais do museu. A entrada no museu é gratuita para pessoas com deficiência e acompanhante.

Ingressos:

ENTRADA GRATUITA: AMIGO MASP E MENORES DE 11 ANOS COM COMPROVANTE  ENTRADA GRATUITA ÀS TERÇAS E QUARTAS

TERÇA GRÁTIS QUALICORP: 10H-20H (ENTRADA ATÉ 19H30)

QUARTA GRÁTIS: 13H-19H (ENTRADA ATÉ 18H30)

QUINTA-SEXTA: 13H-19H (ENTRADA ATÉ 18H30)

SÁBADO-DOMINGO: 10H-18H (ENTRADA ATÉ 17H30)

SEGUNDA: FECHADO

O ingresso dá direito a visitar todas as exposições em cartaz no dia da visita. O MASP aceita todos os cartões de crédito, débito, e também o Vale Cultura.

Pertences: O MASP oferece guarda-volumes. A entrada com mala de viagem, guarda-chuva e garrafa de água é proibida. Caso seja necessário, leve sua mochila ou bolsa em frente ao corpo.

Serviços:
MASP- A Baianeira: TER – SEX 11H30 - 15H/ SÁB 11H30 - 16H/ DOM 10H - 16H
MASP Suplicy Cafés Especiais: TERÇA: 10H-20H/QUARTA-SEXTA: 13H-19H/SÁBADO-DOMINGO: 10H-18H/SEGUNDA: FECHADO

ACONTECE NO MASP é uma plataforma social de histórias e conteúdos sobre o universo do Museu.
MASP Voluntário: O Programa Voluntário MASP surgiu do interesse do Museu em abrir outras iniciativas para a participação da sociedade, e também para atender a manifestação de interesse de diversos públicos em dedicar algumas horas do seu dia para colaborar com projetos do Museu. Atividade já desenvolvida em vários museus pelo mundo, o voluntariado é uma oportunidade para exercer a cidadania, contribuindo socialmente com o seu tempo, trabalho e talento. No MASP, o programa teve início em agosto de 2016 e possui hoje voluntários atuando em diferentes áreas e atividades.

Centro de Pesquisa:

O Centro de Pesquisa do MASP teve início em 1977, no 30º aniversário do Museu, quando Lina Bo Bardi e Pietro Maria Bardi doaram sua coleção de livros. Desde então, tem como objetivo catalogar, preservar e oferecer acesso a publicações de artes a pesquisadores e interessados. Atualmente possui um dos principais acervos especializado do Brasil, com mais de 68 mil volumes entre livros, livros raros, catálogos, teses e periódicos sobre arte, arquitetura, design, moda, estética e história. Parte desta coleção pode ser pesquisada no catálogo online. No acervo, destaca-se a coleção de mais de 3 mil títulos de periódicos e boletins de museus nacionais e estrangeiros, dentre eles O Cruzeiro, Habitat, Mirante das Artes, Gazette des Beaux Arts, além de 464 obras raras sobre arquitetura e arte. Na década de 1990, foram incorporados à biblioteca os arquivos da instituição, formando a Biblioteca e Centro de Documentação. São documentos produzidos e coletados durante as atividades do museu, organizados da seguinte forma:

Arquivo Histórico-documental: É composto por documentos relacionados às atividades do museu ao longo de sua história, além dos arquivos de Assis Chateaubriand.

Arquivo Fotográfico: Comporta imagens de exposições e eventos realizados ou relacionados ao museu desde sua criação.

Arquivo de Referência: Formado pelos dossiês de pesquisa, organizados por artistas e instituições nacionais e internacionais, não relacionados diretamente aos eventos do museu.

Todos os acervos e arquivos estão disponíveis para consulta, mediante agendamento prévio. Para consultar as obras raras é preciso um termo específico de autorização.

Clube de Leitura: A Biblioteca e Centro de Documentação promove desde 2012, em parceria com a Penguin-Companhia das Letras, o Clube de leitura. Os encontros são mensais e propõem o debate em torno de um livro da Companhia das Letras, selecionado pelos próprios frequentadores do clube. Para participar, envie um e-mail para clubedeleitura@masp.org.br. O limite é de 20 pessoas por encontro.

 

 

Endereço: AV Paulista,, 1578 - Bela Vista - São Paulo

(11)3149-5959

https://masp.org.br/

https://www.instagram.com/masp/

https://www.facebook.com/maspmuseu


* Valores e Horários informados nesta página podem ser alterados sem prévio aviso, recomendamos checar antecipadamente.
Fonte(s): MASP - Fonte(s) Fotos: MASP
Data Última Alteração: 11/12/2020