Espaços Culturais em Jundiaí - Onde Visitar em Jundiaí

O charmoso espaço cultural e histórico, localizado no coração de Jundiaí, conta com uma área total de 111 mil metros quadrados, sendo 46 mil deles de área construída, o Complexo Fepasa teve sua construção iniciada na década de 1890, pela Companhia Paulista de Estradas de Ferro, a fim de abrigar as oficinas de locomotivas à vapor da empresa. A princípio, as oficinas da empresa localizavam-se em Campinas, mas devido ao tamanho limitado do terreno e a um surto de febre amarela que atingiu aquele Município, a empresa decidiu transferir suas oficinas para Jundiaí.

Ao longo dos anos, o prédio, com 34 edificações, passou por diversas transformações e intervenções, devido às modificações desenvolvidas pela Companhia e aos avanços tecnológicos do setor, como a implantação da tração elétrica aos veículos. Na década de 1970, com a incorporação da Companhia à Fepasa (Ferrovia Paulista S/A), empresa estatal paulista de transporte ferroviário de cargas e de passageiros, o Complexo sofreu as suas últimas intervenções significativas, que deram às suas instalações a configuração com que o conhecemos na atualidade, além da mudança de seu nome.

Com a falência da Fepasa, sua inserção no programa de desestatizações do início da década de 1990 e a posterior privatização da malha ferroviária, as antigas oficinas da Companhia Paulista foram adquiridas pela Prefeitura em 2001. No período entre 2002 a 2013, o espaço ficou sob a gestão da (à época) Secretaria Municipal de Educação e Esportes, passando à responsabilidade da Secretaria Municipal de Cultura, em 2014, e à Unidade de Gestão de Cultura (UGC), em 2017, ano em que também a sede da UGC foi transferida para o espaço. O Complexo Fepasa é o único patrimônio material do Município com tombamento em nível nacional, registrado no Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Atualmente, ocupam o Complexo Fepasa diversas Unidades de Gestão da Prefeitura, como Cultura (UGC), Mobilidade e Transporte (UGMT), Assistência e Desenvolvimento Social (UGADS); além do Museu da Cia. Paulista, do Centro de Memória de Jundiaí, da Guarda Municipal, da Fundação Municipal de Ação Social (Fumas), do Centro de Educação e Lazer para Melhor Idade (Celmi), do Poupatempo e da Faculdade de Tecnologia de Jundiaí (Fatec) Deputado Ary Fossen, além da Feira nos Trilhos. O espaço conta ainda com as salas dos Relógios, B1 e Hermeto Pascoal, voltadas para ensaios, reuniões e para os encontros do Comitê das Crianças; da Sala Jundiaí, com 200 lugares, além de um espaço reservado a exposições.

Horário de funcionamento:

Segunda-feira: 09:00–18:00

Terça-feira: 09:00–18:00

Quarta-feira: 09:00–18:00

Quinta-feira: 09:00–18:00

Sexta-feira: 09:00–18:00

Sábado: 09:00–13:00

Domingo: Fechado

Endereço: Avenida União dos Ferroviários, 1760 - Ponte de Campinas - Jundiaí

(11)4585-9750

https://cultura.jundiai.sp.gov.br/espacos-culturais/complexo-fepasa/

Vai Viajar para o Interior ou Litoral de SP?

"Esse post contém links de afiliados e parceiros como o Booking. Isso significa que, ao fazer uma reserva a partir desses links, você ajuda a manter nosso blog e não paga nada a mais por isso. Nós agradecemos seu apoio!

* Valores e Horários informados nesta página podem ser alterados sem prévio aviso, recomendamos checar antecipadamente.
Fonte:Cultura Jundiaí ; Prefeitura de Jundiai - Fonte Fotos: Prefeitura de Jundiaí ; Cultura Jundiaí ; Wikimedia Commons ;

Você quer aproveitar ao máximo sua viagem? Aproveite e conheça as cidades vizinhas de Jundiaí

Jundiaí

Cabreúva

Itupeva

Jarinu

Várzea Paulista

Vinhedo

Ao programar uma viagem, temos que ficar atentos aos imprevistos. E pensando nisso o Refúgios do Interior preparou uma lista com utilidades e emergências em Jundiaí. Assim você estará preparado e poderá viajar tranquilamente com seu Pet, filhos, pais e avós.

'' Aeroportos

'' Farmácias

'' Hospitais

'' Prefeitura

'' Veterinários 24h


Você Já Visitou o Instagram do Refúgios no Interior?