O que fazer em Torrinha - SP



Viajar, conhecer pontos turísticos, novas culturas e costumes é uma excelente decisão. Hoje é dia de conhecer Ribeirão do Sul, uma cidade no interior de SP, que tem como vizinhas: Santa Maria da Serra, Brotas e Águas de São Pedro.

O que fazer em Torrinhas - Pontos Turísticos

Localizada a 260 quilômetros da capital, Torrinha é uma típica cidade interiorana com natureza privilegiada, o clima bucólico e o clima ameno da serra. Pertence ao polo Serra do Itaqueri de Turismo, bem ao centro do Estado de São Paulo, possui belas cachoeiras, paisagens exuberantes e uma cultura vibrante.

A Pedra de Torrinha, formação geológica única, de 50 metros de altura, que nada tem de “torrinha”, mas sim, uma imensa torre cujo formato lembra um farol gigante marcando o centro geográfico estadual é, sem dúvidas a atração mais bonita da cidade possuindo inclusive um por do sol magnífico. Na Fazenda da Ponta (particular) há um mirante onde os turistas podem observar a paisagem e fazer maravilhosos registros. Há outros pontos, porém, onde a Pedra pode ser observada. Um deles, o Rancho do Vale, que faz toda paisagem parecer uma pintura.

Além de possuir forte apelo junto aos aventureiros, a cidade também é ótima para quem busca descanso, mental e espiritual. O turismo religioso se destaca entre as grandes atrações. O Mosteiro do Paraíso atrai centenas de turistas que buscam um momento de contemplação e paz interior.

O Mosteiro é inspirador por si só. São diversas capelas, símbolos, além da Cafeteria Agromonges. Atualmente, dois caminhos de peregrinação levam os turistas até o Mosteiro. O primeiro deles, o Caminho do Mosteiro, que sai do bairro Santa Terezinha, em Piracicaba, passando por cidades como Charqueada e São Pedro e, o Caminha Via Lucis, conhecido como caminho de Frei Galvão, que sai de Potunduva, distrito de Jaú, passa por Mineiros do Tietê, Dois Córregos e termina em Torrinha.

As cachoeiras torrinhenses também são um espetáculo a parte. Ao todo são mais de 50 catalogadas entre abertas e particulares. Na cachoeira do Bissoli, há uma queda de 76 metros, localizada no Encontro das Águas – uma área da Mata Atlântica totalmente preservada, com árvores centenárias ao longo de toda a trilha.

Há ainda a Cachoeira Bom Sucesso, também no bairro Paraíso, conhecida também como Cachoeira do Cidão e a Cachoeira do Mira, a mais próxima da cidade em direção ao bairro Três Saltos.

Falando em aventura, para quem gosta de Off Road, o Fazenda Hotel Vale Verde é uma boa opção com pista especial para trilhas. Entre os grandes locais para hospedagem destaca-se o EcoResort Recanto Alvorada e na área urbana os hotéis: Vila da Serra, Cor da Terra e Alto da Serra.

Já na antiga Estação Ferroviária, os turistas encontram o espaço dedicado a arte e a cultura. O prédio é patrimônio histórico e porta de entrada da grande parte da população torrinhense, a maioria descendente de imigrantes.

Os quase 800 metros de altitude, no alto da serra também tornam Torrinha um local de clima ameno e agradável, o que dá ainda mais charme a aconchegancia para a cidade. A altitude é também fator fundamental para outra jóia rara, o café torrinhense.         
Premiado em várias oportunidades em concursos estaduais, ainda é o principal produto agrícola/econômico do município com diversas pequenas propriedades familiares que cultivam o produto.

Uma das mais populares festas nacionais, o Carnaval tem um significado todo especial em Torrinha, com o Carnaval de Rua, que cresce todos os anos atraindo milhares de turistas para ver a simplicidade, a beleza e a alegria dos foliões e dos tradicionais bonecões que saem pela cidade. A festa é hoje a principal do calendário turístico.

Torrinha tem sempre um grande motivo para recebê-los de braços abertos e diversos motivos para que todos sempre voltem.

História de Torrinhas SP

A ocupação e o povoamento onde hoje localiza-se o município de Torrinha caracterizou-se pelo avanço das fronteiras de colonização do interior do país na busca por riquezas. Nos séculos XVII e XVIII essa porção do território paulista era cortada por caminhos de tropeiros e viajantes que aí faziam seu pouso. Com a necessidade de suprimentos de gêneros alimentícios, abastecimento variado e serviços de consertos, surgiram incipientes atividades comerciais e de prestação de serviço, possibilitando a fixação dos primeiros colonizadores da região e a formação de núcleos populacionais.

Esse processo de ocupação intensificou-se com a doação de sesmarias que deram forma e delinearam as grandes propriedades rurais, embriões das futuras áreas urbanas. A Lei de Terra de 1850 favoreceu a vinda de pessoas de outras regiões do país que aqui estabeleceram-se com agricultura de subsistência em áreas próximas ao pequeno arraial em formação.

Através de documentos e registros, sabe-se que algumas famílias torrinhenses já viviam aqui desde 1850. Dessa forma podemos afirmar que as famílias Fonseca Costa, Mello, Dias, Ferreira, Ferraz, Gomes, Ribeiro do Prado, Dias Ramos, Carvalho, Franco de Moraes, Souza, Barros, Teixeira, Leite, Marques, Paiva, França, Pinto, Melchert, Barbosa, Bueno são consideradas as pioneiras.

Historicamente, José Antunes de Oliveira é considerado o fundador de Torrinha, foi ele quem doou ao Bispado de São Paulo uma pequena área onde foi edificada uma capela em homenagem a São José (onde se encontra a atual matriz), considerado o padroeiro da cidade. Calcula-se que esse fato se deu por volta de 1870, ou seja, dezenove anos antes da República.

Em 1880, documentos da época, registram a chegada de Jerônimo Martins Coelho, neto do Barão de Cocais, Vindo da Borda da Mata, Minas Gerais, que aqui adquiriu grande quantidade de terras que alcançava as localidades de Santa Maria da Serra, Torrinha, Brotas e Dois Córregos. Instalou-se por muito tempo em terras onde hoje está a Usina dos Três Saltos e construiu nesta fazenda uma das primeiras Igrejas Presbiterianas do Estado.

Nesse período outras famílias foram chegando e o arraial foi adquirindo vida e com a chegada de Bento Lacerda, que era filho do Barão de Araras, Bento Lacerda Guimarães e de Dona Manuela Franco, em 1886, o pequeno arraial ganha impulso. Bento Lacerda acabara de retornar à pátria, vindo da Alemanha, onde estudara na Universidade Politécnica de Hannover, especializando-se em química e mineração. Aceitou o desafio e veio trabalhar nas terras adquiridas pelo Barão. Tornou-se uma das figuras mais importantes da história do município. A ele são atribuídas a criação do Distrito de Polícia em 1892 e Distrito de Paz em 1896.

O desenvolvimento econômico dessa região iniciou-se por volta do século XIX com a introdução da cultura açucareira. O plantio de cana-de-açúcar no município de Torrinha deve-se à sua proximidade geográfica das áreas açucareiras de Piracicaba, Araraquara e São Carlos. Entretanto as condições locais não favoreceram a permanência dessa cultura. O ciclo de cana-de-açúcar impulsionou o povoamento e a colonização, favorecendo a introdução da cultura cafeeira e estimulando a vinda dos imigrantes.

A cultura cafeeira foi introduzida no município no final do século XIX e seu desenvolvimento está associado à construção da ferrovia pela Companhia Paulista de Estradas de Ferro, inaugurada em7 de setembro de 1886, com o nome de Estação Ferroviária de Santa Maria e posteriormente Torrinha.

A estação representou a força maior no desenvolvimento da cidade que necessitava de um meio de escoamento e depósito de seu principal produto agrícola, o café, como também foi de utilidade para o transporte de passageiros entre eles os imigrantes.

Fonte: https://torrinha.sp.gov.br/

 


Escolha os Pontos Turísticos em Torrinha
Não sabe o que fazer em Torrinha? Selecionamos os melhores pontos turísticos para você e sua família conhecer e aproveitar a cidade. Cachoeiras, Trilhas, Praias, Parques, Shoppings, Teatros e muito mais... Clique Aqui e Saiba o Que Fazer em Torrinha
Escolha Sua Hospedagem e Onde Ficar em Torrinha
Desejamos que você tenha a melhor experiência na sua hospedagem em Torrinha. Escolha aqui seu hotel, resort, spa, pousada, hostel ou camping no Interior de SP. Clique Aqui e Saiba Onde Ficar em Torrinha
Escolha Onde Comer em Torrinha
Sabemos que a maioria dos hotéis servem apenas o café da manhã, pensando nisso selecionamos os melhores restaurantes em em Torrinha. Escolha os melhores restaurantes, pizzarias e bares no interior de SP e Capital. Clique Aqui e Saiba Onde Comer em Torrinha
Utilidades e Emergências em Torrinha
Um dos pontos a serem levados em conta ao planeJar uma viagem, são os endereços emergenciais, afinal nunca sabemos o que se pode acontecer. O Refúgio preparou uma lista dos principais endereços que você terá em um clique em caso de emergência em uma viagem. em Torrinha. Clique Aqui e Confira Endereços e Telefones
Torrinha

Foto:https://www.aciatorrinha.com.br/

Sugestões Para Conhecer em Torrinha

No Refúgios do Interior você encontra os principais pontos turísticos do Estado de São Paulo. Faça Agora o seu Roteiro, inclua restaurantes preferidos, lugares que deseja conhecer e aproveite para fazer sua reserva na sua hospedagem preferida através do nosso site (parceiro booking). Desejamos boa viagem!

O Jeito Simples, Seguro e Econômico de Reservar Sua Hospedagem

RESERVE AQUI:

Parceiros - Booking - Melhores Ofertas em Hospedagens
Hotel Fazenda Vale Verde Torrinha

Hotel Fazenda Vale Verde Torrinha

Uma Fazenda que se tornou um hotel, um hotel que se tornou uma excelente opção para você aproveitar seus dias de descanso.

Conhecer
Recanto Alvorada Eco Resort em Torrinha

Recanto Alvorada Eco Resort em Torrinha

Esse charmoso resort em Torrinha oferece um espaço ecologicamente sustentável e serviços excelentes para viagens de lazer e eventos, encantando seus hospedes e fomentando a melhora continua das pessoas.

Conhecer
Recanto Alvorada Eco Resort em Torrinha

Recanto Alvorada Eco Resort em Torrinha

Esse charmoso resort em Torrinha oferece um espaço ecologicamente sustentável e serviços excelentes para viagens de lazer e eventos, encantando seus hospedes e fomentando a melhora continua das pessoas.

Conhecer

Copyrights © 2020 - 2023 Canvas: Elis Salles
+55 (11) 99367-7070 ·