Login/Cadastrar



Olá bem vindo ao Refúgio! Para favoritar lugares, comentar, programar viagens, criar roteiros e muito mais... Primeiramente, você precisa CRIAR um usuário e escolher por onde deseja logar, se é através de senha do site ou através do google / facebook (sem senha). Depois é só CONFIRMAR O E-MAIL enviado para você para liberar o acesso e logar da forma preferida. Boa viagem!!!

Conheça Campo Limpo Paulista

Comece agora a programar sua viagem!

Onde Visitar em Campo Limpo Paulista
Não sabe o que fazer em Campo Limpo Paulista? Selecionamos os melhores pontos turísticos para você e sua família conhecer e aproveitar a cidade. Cachoeiras, Trilhas, Praias, Parques, Shoppings, Teatros e muito mais... Clique Aqui e Saiba o Que Fazer em Campo Limpo Paulista
Onde Ficar em Campo Limpo Paulista
Desejamos que você tenha a melhor experiência na sua hospedagem em Campo Limpo Paulista. Escolha aqui seu hotel, resort, spa, pousada, hostel ou camping no Interior de SP. Clique Aqui e Saiba Onde Ficar em Campo Limpo Paulista
Onde Comer em Campo Limpo Paulista
Sabemos que a maioria dos hotéis servem apenas o café da manhã, pensando nisso selecionamos os melhores restaurantes em em Campo Limpo Paulista. Escolha os melhores restaurantes, pizzarias e bares no interior de SP e Capital. Clique Aqui e Saiba Onde Comer em Campo Limpo Paulista
Utilidades e Emergências em Campo Limpo Paulista
Um dos pontos a serem levados em conta ao planeJar uma viagem, são os endereços emergenciais, afinal nunca sabemos o que se pode acontecer. O Refúgio preparou uma lista dos principais endereços que você terá em um clique em caso de emergência em uma viagem. em Campo Limpo Paulista. Clique Aqui e Confira Endereços e Telefones
Campo Limpo Paulista

Foto:Prefeitura Municipal de Campo Limpo Paulista

CONHEÇA CAMPO LIMPO PAULISTA

Campo Limpo Paulista é um município brasileiro do estado de São Paulo. Localiza-se à latitude 23º12'23" sul e à longitude 46º47'04" oeste, estando a 745 metros de altitude. Integra a Aglomeração Urbana de Jundiaí e é formado pela distrito sede e o distrito de Botujuru.

Municípios Próximos

Várzea Paulista: 4.9 km               

Francisco Morato: 9.2 km           

Jundiaí: 10.5 km

Jarinu: 12.9 km

Caieiras: 18.2 km            

Cajamar: 19.3 km

História

“Meus senhores, minhas senhoras. Vamos iniciar a sessão de instalação do Município de Campo Limpo”.

Com estas palavras, pronunciadas no dia 21 de março de 1965 pelo Dr. Duílio Nogueira de Sá, juiz de Direito e Eleitoral da Comarca, na sede do Nacional A. C., se encerrava o longo caminho, iniciado há 350 anos.

O antigo distrito de Jundiaí tornava-se oficialmente o Município paulista de Campo Limpo, e seus moradores “campo-limpenses”. No início chegaram a ser chamados de campistas, mas não pegou.

Do longínquo 1615, ano em que a tradição popular indica como a data em que Rafael de Oliveira e Petronilha Antunes, procurados pela justiça, refugiaram-se na área onde está situada a cidade de Jundiaí, como afirma o historiador Pedro E.Valim, em seu “Álbum dos Municípios de São Paulo”:  “...embrenharam-se pelo sertão, e assentaram vivenda onde hoje está a povoação”, passaram-se exatamente 350 anos, o tempo necessário afim de que Campo Limpo, de bairro pertencente a Jundiaí, onde no século XIX, havia o entroncamento de duas estradas de ferro, a SPR e a E. F. Bragantina, que escoavam para o porto de Santos a produção cafeeira da região, se transformasse na dinâmica cidade que hoje conhecemos.

Querendo dar um quadro cronológico das diferentes etapas dessa caminhada para a sua emancipação, poderíamos datar o seu início por volta de 1850, quando o Governo Imperial, e a administração provincial, no intuito de modernizar o País com a instalação de uma rede de estradas de ferro, resolveu dar uma garantia de juros, com pagamento em ouro, aos empreendedores desse, pela época, moderno, meio de locomoção.

Foi com esta medida, que garantia o apoio governamental, que Irineu Evangelista de Souza, mais tarde nomeado Barão de Mauá, se propôs a construir a primeira ferrovia da Província de São Paulo.

Assim, em 1867, a SPR (S.Paulo Railway), depois de ter assentado seus trilhos partindo de Santos para São Paulo, após ter vencido o desafio do desnível da Serra do Mar, alcançava a cidade de Jundiaí.

Para Campo Limpo, este fato representou apenas o começo. A segunda etapa, que seria a definitiva para o crescimento da cidade, se deu 17 anos depois, em 1884, quando foi inaugurada a E. F. Bragantina, que partindo da cidade de Bragança, tinha seu terminal na “Parada Campo Limpo”.

Em Bragança o acontecimento foi festejado durante três dias, durante os quais foram devidamente lembrados e homenageados os dois engenheiros que dirigiram os trabalhos: Martiniano Brandão e Matheus Hausler.

Para Campo Limpo, se o caminho percorrido até aquele momento tinha sido lento e vagaroso, agora o passo procedia com rapidez. Os poucos moradores daquele tempo perceberam que o bairro distante e abandonado de Jundiaí começava a pisar em terreno firme e sólido. Podia-se deslumbrar um futuro.

Com as sucessivas crises que a produção cafeeira teve que atravessar, principalmente na primeira metade do século XX, Campo Limpo, para sair do atoleiro da estagnação de uma agricultura decadente, baseada na monocultura, procurou encontrar novos espaços no cenário industrial e tecnológico do País, que a partir dos anos 50 teve um grande impulso, estimulado pela política do governo da época.

A instalação de grupos industriais, sólidos e tradicionais, com a conseqüente criação de novas oportunidades de trabalho, geradoras de renda com o aparecimento de atividades comerciais paralelas, produziu uma corrente de desenvolvimento que não podia mais ser detida.

Campo Limpo Paulista foi alçada à categoria de distrito do município de Jundiaí em 20 de dezembro de 1953, pela lei municipal no 2.456. Tornou-se município independente em 28 de fevereiro de 1964, pela lei estadual no. 8.092. Mas o então distrito conquistou sua independência após o movimento de emancipação, liderado pelo primeiro  prefeito Adherbal da Costa Moreira.

O plebiscito que aprovou a emancipação ocorreu em 1o de dezembro de 1963, e o primeiro prefeito tomou posse em 21 de março de 1965, data oficial da fundação do município.

A emancipação teve origem no descontentamento dos moradores com a administração central de Jundiaí, que não atendia convenientemente o distrito. O movimento ganhou força com a vinda da indústria metalúrgica Krupp, inaugurada em 1961 com as presenças do governador Carvalho Pinto e do presidente Jânio Quadros. A indústria foi o componente econômico que faltava para o processo inevitável da emancipação político-administrativa.

Campo Limpo se formou às margens das ferrovias S.P.R., a Companhia Inglesa depois Santos a Jundiaí, e a E. F. Bragantina, sediando o entroncamento das mesmas.

Inicialmente abrigou ferroviários e pequenos agricultores. A agricultura era voltada para hortifrutigranjeiros e extrativismo vegetal. Havia também várias granjas, olarias, duas vinícolas e a fábrica de adubos Manah.

A origem do nome Campo Limpo é geográfica, pois os primeiros moradores vislumbraram um imenso campo limpo no local. Através da Lei Estadual nº 9842, de 19/09/67, foi alterada a denominação da cidade para Campo Limpo Paulista, de maneira a não confundir com o bairro do mesmo nome, na capital.

A comissão executiva do movimento de emancipação teve como presidente Adherbal da Costa Moreira e como presidente de honra o General Aldévio Barbosa de Lemos. A primeira legislatura teve como prefeito Adherbal da Costa Moreira e vice Joaquim Tavares da Silva.

Turismo

BIBLIOTECA MUNICIPAL “ASSIS CHATEAUBRIAND”

Foi fundada na década de 60 sendo uma das principais fontes de pesquisa dos estudantes campo-limpenses. Os usuários da biblioteca buscam enriquecer os trabalhos escolares e também exercitam o prazer da leitura.

Circulam diariamente pelo espaço uma média de 100 pessoas, um número elevado considerando que mais da metade vem em busca de literatura e não apenas de material de pesquisa.

Atualmente o acervo da biblioteca está estimado em 20 mil títulos, divididos em literatura brasileira e estrangeira, livros de contos, poesias, crônicas, literatura infantil, infanto-juvenil e religiosa.

Uma das principais fontes de sobrevivência da biblioteca é a própria comunidade que realiza doação de livros. Assim que o material chega à biblioteca é realizada uma otimização dos títulos, os repetidos são encaminhados para outras entidades, como as escolas municipais, por exemplo.

LAGO DO TAQUARAL

O Lago do Taquaral é a atração principal do Parque Portugal e é popular entre moradores e turistas. Visite o lago para passear pelas suas margens, exercite-se em estações de exercícios e assista a apresentações musicais. Descanse do calor do verão e relaxe no sereno e pitoresco Lago do Taquaral.

Uma pista pavimentada de 2,8 quilômetros circunda a orla. Junte-se aos corredores e caminhantes que vêm ao longo do dia para esticar as pernas e manter a forma. Existem estações de equipamentos de exercício gratuitas. Veja os patos, cisnes e capivaras que se aquecem na beira do lago e se refrescam na água.

Eventos de música ao vivo, espetáculos de dança e apresentações teatrais acontecem na Concha Acústica do Taquaral. Também chamado de Auditório de Beethoven, esta arena ao ar livre com capacidade para 2.000 pessoas fica em meio a uma área de floresta na margem norte. No canto leste fica a Caravela Anunciação, que é uma réplica do antigo navio do explorador Pedro Álvares Cabral. Do seu convés, há uma vista magnífica do lago e do Chafariz da Lagoa do Taquaral.

Uma maneira alternativa e relaxante de explorar o lago é alugar um pedalinho no ancoradouro. Você pode escolher entre um barco em forma de cisne e um veleiro em miniatura. Outra coisa divertida a fazer é dar uma volta no Bondinho da Lagoa ao redor do lago. Bondes como este operaram em Campinas até 1968.

Localizado no Parque Portugal, o lago fica a apenas 20 minutos de carro do centro da cidade de Campinas. O estacionamento está disponível nas entradas norte e oeste do parque. É possível chegar no local pegando um ônibus público do centro da cidade.

O Lago do Taquaral e o parque estão abertos ao público diariamente. Também dentro do parque, há o Planetário e o Museu Dinâmico de Ciências. Barracas de comida servem bebidas, lanches e sorvetes na entrada principal do parque, que fica no lado nordeste.

PARQUE PORTUGAL

O Parque Portugal possui um lago central, áreas para piquenique, campos esportivos, um planetário e museu de ciências, entre outros pontos de interesse. O parque está integrado à antiga Fazenda Taquaral, que era uma plantação histórica dentro de uma área de floresta densa.

O Lagoa do Taquaral cobre uma grande parte da seção leste do parque. Alugue um pedalinho em forma de cisne na margem norte e deslize pela água tranquila. Faça exercícios leves passeando pela trilha pavimentada e à sombra das árvores que contorna a maior parte da lagoa por 2,8 quilômetros. Animais selvagens, como a capivara e aves aquáticas, muitas vezes podem ser vistos tomando banho na lagoa.

Ande até a margem leste da lagoa para ver a Caravela Anunciação. Esta é uma réplica do navio utilizado pelo explorador português Pedro Álvares Cabral nas suas viagens à Índia e à América do Sul. Suba as escadas para o convés do navio para admirar a vista livre do lago. Outra maneira divertida de percorrer o lago é dar uma volta no Bondinho da Lagoa. É um dos bondes históricos que atravessavam a cidade até 1968.

Se você tiver interesse no sistema solar, não deixe de visitar o Planetário. O local tem monitores de telescópios e apresenta projeções cinematográficas de constelações e viagens espaciais em uma tela em forma de cúpula. Perto dali, o Museu Dinâmico de Ciências tem exposições temporárias gratuitas. Participe de apresentações de música, dança e teatro no auditório ao ar livre da Concha Acústica do Taquaral.

Localizado no bairro Parque Taquaral, o parque fica a cerca de 6 quilômetros ao norte do centro de Campinas. Existem estacionamentos em várias entradas do parque. Os ônibus públicos partem regularmente do centro da cidade e param em vários pontos ao redor do parque.

O Parque Portugal abre todos os dias e a entrada é gratuita. O horário de funcionamento do planetário e do museu varia, portanto verifique antes de planejar sua visita. Lanchonetes (quiosques de fast food) no parque servem bebidas e petiscos.

Fonte: ferias.tur.br/expedia.com.br/cidade-brasil.com.br/pt.wikipedia.org
Créditos Imagem: Prefeitura Municipal de Campo Limpo Paulista


Sugestões Para Conhecer em Campo Limpo Paulista

No Refúgios do Interior você encontra os principais pontos turísticos, hotéis e restaurantes. Faça Agora o seu Roteiro... Programe-se!

Cachoeira do Moinho - Campo Limpo Paulista

Cachoeira do Moinho - Campo Limpo Paulista

A Cachoeira do Moinho está localizada no município de Campo Limpo Paulista em São Paulo, com acesso íngreme pela rodovia.

Conhecer
Churrascaria Tordilho Negro Campo Limpo Paulista

Churrascaria Tordilho Negro Campo Limpo Paulista

O Melhor churrasco gaúcho da região de Campo Limpo Paulista.

Conhecer
Restaurante Skina da Fazenda Campo Limpo Paulista

Restaurante Skina da Fazenda Campo Limpo Paulista

O Restaurante Skina da Fazenda tem comida saborosa e grill de carnes para deixar você com água na boca.

Conhecer
Copyrights © 2020 Canvas: Elis Salles
+55 (11) 99367-7070 ·